Embaixada Deu Entrevista a Rádio Nacional de Angola
 
2020/04/15

Em 14 de abril, o porta-voz da Embaixada da China em Angola deu uma entrevista a Rádio Nacional de Angola. O porta-voz apresentou a situação antiepidêmica actualizada na China, enfatizando que as medidas rigorosas de prevenção e controlo do COVID-19 são extremamente necessárias para salvaguardar a saúde e a segurança de todos os cidadãos que vivem na China, incluindo estrangeiros. Neste momento crucial para conter a pandemia, pedimos a todos os estrangeiros na China que cumpram as leis e regulamentos chineses relevantes, incluindo os regulamentos antiepidêmicos locais.

O porta-voz manisfestou que a China se opõe a práticas diferenciadas direcionadas a grupos específicos de pessoas, além de tolerância zero a palavras e ações discriminatórias. Todos os estrangeiros na China são tratados da mesma forma. A China e África desfrutam de uma amizade longa e sólida. O povo chinês sempre considera o povo africano como seu irmão mais querido. Os amigos africanos podem contar com uma recepção justa e amigável na China.

O porta-voz referiu que, sendo o maior país em desenvolvimento, severamente afetado pelo impacto negativo da epidemia, a China é definitivamente um país responsável. Ela doou 20 milhões de USD à Organização Mundial da Saúde e enviou equipas médicas para ajudar os países gravemente afectados.

Angola é parceiro estratégico da China. O governo chinês ajudou Angola com a doação e facilitação de aquisição dos materiais médicos contra o COVID-19. A China e Angola realizaram videoconferência entre especialistas para trocar experiências de prevenção e controlo da pandemia. A Fundação Alibaba doou 100 mil máscaras, 20 mil kits e bastantes roupas de proteção para Angola. As empresas e comunidades chinesas em Angola também participaram ativamente nos projetos locais da prevenção do COVID-19. Por exemplo, CR20 ajudou a restauração e instalação de energia do Hospital Provincial de Isolamento e Prevenção da Epidemia em Huambo. CITIC foi reparar e renovar o hospital de isolamento em Huíla. A Câmara do Comércio de Zhejiang em Angola doou 2 mil pulverizadores a autoridades locais. A Cidade da China doou materiais essenciais e higiénicos à Administração Municipal de Viana. Guangde International Group Ltd doou 1,000 colchões e jogos de cama, 18 sofás ao Centro Comunitário Infantil. E muito mais... É de facto a cristalização da amizade tradicional China-Angola e uma relação verdadeira da assistência mútua. Pequenos vírus não nos separam.

Suggest to a friend
  Print
©2009 Embaixada da República Popular da China Todos os Direitos Reservados